a A Autocontraste

Quem somos

__montagem_johann_sem-logo

Misture Johann Sebastian Bach com o Rio de Janeiro. Traduza Bach para Ribeiro. Peça a benção de São Sebastião, padroeiro. Venere a música como musa, a de qualquer tempo e momento. Acrescente pitadas de poesia na cidade que já é poema. Registre em vídeos esta bela paisagem. Convide a dança, o teatro, o circo, com reverência. E reúna amigos que amam fazer e produzir música. Esta é a receita da Johann Sebastian Rio! Uma orquestra que se lançou na Internet em novembro de 2014 com um videoclipe do Presto do Verão de Vivaldi e estreou ao vivo com casa cheia no mais emblemático dos palcos cariocas, o Theatro Municipal. Desde então, não parou mais! Uma orquestra de câmara que busca a excelência musical e, ao mesmo tempo, leveza e despojamento. Uma reunião de talentos onde todos os músicos são solistas e toda a equipe é protagonista. Um empreendimento artístico que tem como objetivo ampliar e renovar o público do mundo orquestral e do vasto repertório musical mundial, produzindo encontros e encantamentos e colaborando para que o Rio de Janeiro apareça ainda mais no mapa da música clássica.

Eduardo AntonelloEduardo Antonello

Eduardo Antonello

Eduardo Antonello

Cravista

Multi-instrumentista, compositor, colecionador de raridades e de fãs e exímio construtor de quebra-cabeças, Eduardo Antonello é dono de técnica apurada, proprietário de um dos maiores acervos de instrumentos antigos do Brasil e pai de dois psitacídeos: Marie, seu papagaio amazona aestiva, e Corelli, sua arara macao. É mestre, bacharel e cravista concursado na Escola de Música da UFRJ, sob orientação de Marcelo Fagerlande. Viajante do tempo, gosta de improvisar e compõe no estilo dos séculos XVI, XVII e XVIII. Além do cravo, toca viola da gamba, gaita de foles, cromorne e viela de roda. Desde muito jovem atua na música de câmara e, aos quase trinta anos, já realizou mais de 450 concertos. É um YouTuber da música antiga, gerenciando o canal Early Music in a Different Way, que já lhe rendeu uma viagem para a França.

Felipe PrazeresFelipe Prazeres

Felipe Prazeres

Felipe Prazeres

Spalla e diretor artístico

Artista versátil, requisitado tanto no mundo clássico quanto nos circuitos alternativos. Regente e violinista renomado, é figura fácil nos palcos do Rio de Janeiro e alguns palcos internacionais, como na série de música de câmara do Museu Vigeland, em Oslo, Noruega, onde se apresenta anualmente. Spalla e regente assistente da Orquestra Petrobras Sinfônica, atua ainda como spalla na Orquestra Sinfônica da UFRJ e como regente da Academia Juvenil da OPES, além de ser professor de violino. Rege uma orquestra com a mesma desenvoltura com que faz manobras radicais na bicicleta, sem medo de ser feliz, e é conhecido por tocar “dançando”, por conta de seus movimentos no palco. Tem o apoio do mestre Isaac Karabtchevsky, que o considera “um dos maiores talentos de sua geração”, e foi aluno do violinista Domenico Nordio na Academia de Santa Cecília, em Roma. No Brasil, estudou violino com Paulo Bosísio. Rege anualmente a OPES e a OSUFRJ, tendo regido ainda a OSBA e a World Youth Symphony. Como solista, atuou com a OPES, OSB, OSPA, OSBA, OFES e OSUFRJ. É um dos fundadores da Johann Sebastian Rio.

Marcus RibeiroMarcus Ribeiro

Marcus Ribeiro

Marcus Ribeiro

Violoncelista

Formado na UNIRIO, por três anos aperfeiçoou sua técnica na Musikakademie de Basel, na Suíça, sob a orientação de Antônio Menezes. Participou de vários festivais internacionais, tanto no Brasil, como na Áustria e Eslováquia. Integrou a Zürcher Kammer Orchester, a Neues Orchester Basel e a Camerata Stuttgart em apresentações na Alemanha, Suíça, Itália, Espanha, Portugal e França. Sua presença é frequente ao lado de intérpretes da MPB. É violoncelista da Orquestra Sinfônica Nacional-UFF. Atua constantemente como músico convidado na Filarmônica de Belo Horizonte e na Petrobras Sinfônica, entre outras orquestras. Considerado um dos grandes violoncelistas do país, não é à toa que é conhecido como Capitão.

 

Vanessa RochaVanessa Rocha

Vanessa Rocha

Vanessa Rocha

Diretora executiva e assessora artística

Inquieta e de formação múltipla, estudou teatro, produção cultural, economia da cultura, canto, comunicação e filosofia. Fez cursos técnicos, graduação, uma pós na Espanha e mestrado. Desde 1999 atua no universo da arte e da cultura como poeta, produtora, pesquisadora, professora e atriz, não necessariamente nesta ordem ou tudo ao mesmo tempo. Produziu festivais, séries de concertos, mostras de cinema e dança, lançou dois livros, criou espetáculos e negócios e mergulhou no mundo das orquestras. Dirige a produção da Orquestra Sinfônica da UFRJ e faz parte do grupo fundador da Johann Sebastian Rio. Desde 2001, pratica e estuda o yoga. Amante da natureza, já fez trekking, mergulho livre, stand up paddle e, atualmente, dedica-se à vela oceânica. Acredita na integração entre os saberes como forma de descobrir as perguntas certas. 

Bruno VouzellaBruno Vouzella

Bruno Vouzella

Bruno Vouzella

Coordenador de audiovisual

Diretor e editor de vídeo, criador de grandes sacadas audiovisuais, Bruno Vouzella (ou Vuvu, para os íntimos) iniciou sua carreira em 2005 como editor de vídeo e nesse tempo participou de projetos de videoclipes, documentários de turnês, branded content, vídeo para internet e festivais de música para artistas internacionais como Paul McCartney, Primal Scream, Miley Cyrus, The Rapture e grandes empresas brasileiras como Petrobras e Oi. Desde 2011 passou a trabalhar intensamente com música de concerto, acompanhando as temporadas da Orquestra Petrobras Sinfônica e desenvolvendo a série TV OPES. Lançou um documentário sobre o maestro Isaac Karabtchevsky, apresentado no Festival do Rio 2016. É o diretor e principal roteirista dos vídeos da Johann Sebastian Rio. E, ainda, o talentoso pai da Nina.

Eduardo PereiraEduardo Pereira

Eduardo Pereira

Eduardo Pereira

Assessor artístico/executivo e diretor de produção

Paulistano, filho de ferroviários, iniciou seus estudos musicais em 1975 na Escola Municipal de Música de São Paulo. Em 1976, já era primeira viola na Orquestra Jovem de São Paulo. É membro Fundador da Orquestra do Theatro Nacional de Brasília. Estudou na Alemanha por dois anos a partir de 1980 com o primeiro viola da Filarmônica de Berlim. Primeiro lugar no Concurso de Solistas da UFRJ em 1982. Primeiro lugar no concurso para a Orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro em 1985. Foi solista da Orquestra do TMRJ por 14 anos. Formado em música pela Uni-Rio, é pós-graduado em Gerência e Desenvolvimento de Recursos Humanos. Realizou intensa atividade como produtor cultural durante 15 anos. Atualmente, integra a Diretoria Artística do Theatro Municipal do Rio de Janeiro como Chefe da Divisão de Música. É a voz da experiência na Johann Sebastian Rio e um dos fundadores da orquestra.

Maressa CarneiroMaressa Carneiro

Maressa Carneiro

Maressa Carneiro

Violinista

Violinista da Orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, mantém ainda um canal no YouTube dedicado à música instrumental, onde interpreta obras no violino acústico e no elétrico junto a músicos convidados. Curiosa e apaixonada por desafios, gosta de experimentar sonoridades, utilizando-se de recursos como captadores e pedais para conseguir novos timbres. Iniciou seus estudos em Volta Redonda no Projeto Cidade da Música, onde foi professora e atuou como solista junto a Orquestra de Cordas. Graduou-se no Conservatório Brasileiro de Música do Rio, tendo bolsa integral de estudos alcançada pela primeira colocação. Já participou de masterclass como executante com os professores Haratune Bedelian, Domenico Nordio e Öle Bohn. Estudou violino com Ricardo Amado, Paulo Bosísio e, atualmente, está sob a orientação de Felipe Prazeres. Atua constantemente como violinista convidada na Orquestra Petrobras Sinfônica.

Ney DelarueNey Delarue

Ney Delarue

Ney Delarue

Assistente de produção e coordenador de palco

Experiente, sagaz, animadíssimo e gabaritado, é quem cuida de todos na orquestra. Resolve com uma agilidade impressionante todas as funções que lhe cabe e organiza uma festa como ninguém. Atuou na Orquestra Sinfônica Brasileira de 2004 a 2014 como analista de compras e de 2004 a 2006 como supervisor de palco e assistente de produção. Foi assistente de produção na Sonata Produções Artísticas, de 2002 a 2004, atuando em projetos de música no CCBB. Durante o ano de 2002, foi assistente de produção do projeto Ação Social pela Música em projetos realizados na Sala Cecília Meireles. Atuou na produção da Orquestra Jovem do MERCOSUL em turnê por Rio, São Paulo, Buenos Aires e Montevidéu.

Espaço reservado a um futuro Johann

Espaço reservado a um futuro Johann

Espaço reservado a um futuro Johann

Ivan ZandonadeIvan Zandonade

Ivan Zandonade

Ivan Zandonade

Assessor artístico e violista

Na adolescência, escolheu a viola como seu instrumento. É bacharel pela UniRio e mestre pela UFRJ. Desde 2000, atua como primeira viola na Orquestra Petrobras Sinfônica. Como camerista, já se apresentou em várias salas do Brasil, e na Europa, em Portugal, Noruega, Itália e Alemanha. Participou de vários projetos com a finalidade de aproximar as músicas  “popular” e “clássica”, procurando novos caminhos e definições, destacando-se o Duo Villa-Rio e o “Democlássicos”. Atualmente, trabalha também como arranjador e desenvolve estudos nesta área sob a supervisão do maestro Vittor Santos. É professor da Academia Juvenil da Petrobras Sinfônica. Pratica meditação e é adepto de longas caminhadas. Em um momento iluminado numa caminhada pela Lagoa, nomeou a orquestra como Johann Sebastian Rio. Faz parte de seu grupo fundador.

Lanuzza de LimaLanuzza de Lima

Lanuzza de Lima

Lanuzza de Lima

Produtora executiva

Sambista inveterada e pesquisadora do carnaval, é produtora desde o ano 2000, com uma experiência que vai da direção de produção à gestão e análise de projetos. Graduada em Produção Cultural pela UFF, desde 2008 é analista de projetos no Ministério da Cultura/Lei Rouanet, especialmente na área de música. Coordenou a produção do Teatro da UFF por dois anos e foi produtora na Divisão de Teatro da UERJ. Palestrante especialista sobre leis de incentivo, é a dona das planilhas e das prestações de contas mais complexas. Suas habilidades incluem ainda ser mãe do agitado e musical Gabriel.

Fábio PeixotoFábio Peixoto

Fábio Peixoto

Fábio Peixoto

Violinista

Músico determinado e focado, começou a estudar aos 6 anos no Centro Cultural Musical de Campos. Participou de festivais de música em todo o mundo e ganhou prêmios como o terceiro lugar no Concurso Nacional de Jovens Talentos de Piracicaba, SP (estando abaixo da faixa etária do seu nível) e primeiro lugar no Concurso Nacional Paulo Bosísio em Juiz de Fora, MG. Já atuou como solista com a Orquestra do FEMUSICA, Festival Nacional de Inverno de Campos dos Goytacazes e com a Orquestra da Uni-Rio. Atuou como spalla da Orquestra Sinfônica de Campos e da Filarmônica de Petrópolis. Participou ainda de masterclasses, como executante, com Joseph Silverstein, Shmuel Ashkenasi, Ilya Kaler, entre outros. Estudou violino na Uni-Rio com Paulo Bosísio. Mestre em Performance de Violino pelo ICM da Park University, onde estudou com Ben Sayevich. Atualmente, é spalla da Orquestra Sinfônica da UFRJ, professor substituto na UFRJ, professor da Universidade de Barra Mansa e spalla da Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro. Atua regularmente como convidado em orquestras do Rio e como camerista e recitalista.

Mateus CeccatoMateus Ceccato

Mateus Ceccato

Mateus Ceccato

Violoncelista

Dedica-se intensamente a duas principais, distintas e complementares áreas em sua vida: música e voo livre. É violoncelista, aluno de David Chew, tem bacharelado cursado nos EUA e na UniRio, pós-graduação em música de câmara e cursa o mestrado na UFRJ. É ainda membro de outras duas das principais orquestras do Rio de Janeiro, do Duo Cello e Movimento e outras formações camerísticas, além de professor. É também piloto e instrutor de planador e parapente. Destaca-se no esporte pelo seu rendimento em voos dentro e fora de campeonatos estaduais e nacionais, com ótimas colocações e recordes pessoais de altitude, tempo e distância. Também é velejador e mergulhador.

Priscila Plata RatoPriscila Plata Rato

Priscila Plata Rato

Priscila Plata Rato

Violinista

Considerada uma das solistas mais expressivas da atualidade, aos 14 anos venceu o Concurso Jovens Solistas da OSBA e tocou com Salomão Rabinovitz, então spalla da orquestra. É violinista da Orquestra Sinfônica Brasileira e por dois anos foi spalla da Orquestra Sinfônica da Bahia. Estudou com o regente e violinista Bernardo Bessler e integrou a Orquestra Camerata Jovem e a Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem. Estudou ainda na Suíça, na Academia Menuhin, com o romeno Liviu Prunaru, spalla da Concertgebouw de Amsterdã, e com Maxim Vengerov. Vem de uma tradicional família de músicos. Seus pais são o flautista Carlos Rato, que tocou na orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, e a pianista e professora Nieves Plata Rato, e sua avó, a pianista Iracema Plata, foi aluna de Villa-Lobos. Atualmente, também faz sucesso nas redes sociais com vídeos inusitados e cheios de humor, feitos com aplicativos de dublagem, encarnando de forma divertida personagens históricos e do mundo pop.

Daniel AlbuquerqueDaniel Albuquerque

Daniel Albuquerque

Daniel Albuquerque

Violista e técnico de gravação de áudio

Violista e técnico de som, dono de simpatia e empatia ímpares, é violista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde ocupa o cargo de segundo solista. Iniciou seus estudos musicais aos 5 anos. Premiado em competições como o VIII Concurso Nacional de Cordas, Juiz de Fora, MG e o IV Festival Mignone de Jovens Intérpretes, Rio de Janeiro. Foi bolsista do Kinhaven Music School, em Vermont, EUA. Em 2008, representou o Brasil na Orquestra Jovem das Américas (YOA) em turnê pela América Latina e, no ano seguinte, em concertos promovidos pela embaixada brasileira no Vietnam e Cingapura com a Cia Bachiana Brasileira. Concluiu o bacharelado em música na UFRJ, na classe de Daniel Guedes, com quem estudou violino e viola e com quem atua no cenário camerístico com o Quarteto da Guanabara. Sempre que pode, gosta de se aventurar com a “Gordona”, sua Harley-Davidson.

Márcio SanchezMárcio Sanchez

Márcio Sanchez

Márcio Sanchez

Violinista

Violinista e artista inquieto, de múltiplos talentos, nascido em São Paulo e criado em Florianópolis, formou-se em violino com os professores Alberto Jaffé, Cecília Guida e Eszter Perenyi (Hungria). É músico da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Atuou na Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e na Juvenil do Mercosul, na Argentina, esta na função de spalla. Foi professor, coordenador do núcleo de cordas e regente da Orquestra de Câmara do Conservatório Carlos Gomes, em Campinas. É detentor dos seguintes prêmios: Primeiro Prêmio no Concurso de Música de Câmara Cidade de Araçatuba; Medalha Carlos Gomes, outorgada pela Prefeitura de Campinas; Prêmio Estímulo da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo; Troféu Qualidade Brasil Vitória Alada; Bolsa Fundação Vitae Curso de Alta Interpretação Camerística com o professor Chaim Taub; Bolsa Fundação Vitae Antorchas Camping Bariloche (Argentina). Excursionou com o Quarteto Darcos e Juvenil do Mercosul em turnês pela Europa, EUA, México, Argentina e Brasil. É um dos criadores do espetáculo Sátira in Concert, sucesso por anos nos palcos brasileiros. Além de exímio violinista, é ator, diretor, empreendedor, profundo conhecedor de literatura e chef de cozinha.

Espaço reservado a um futuro Johann

Espaço reservado a um futuro Johann

Espaço reservado a um futuro Johann

Marco CattoMarco Catto

Marco Catto

Marco Catto

Violista

Determinado e empreendedor, é violinista e violista de técnica apurada. Atua vivamente na música de câmara, sendo membro fundador do Trio UFRJ e do Trio Paineiras e violista do renomado Quarteto Radamés Gnattali. É um dos spallas da Orquestra Sinfônica da UFRJ. Formado pelo Instituto de Artes da UNESP, foi bolsista da Fundação Vitae na Franz Liszt Music Academy em Budapeste, Hungria, onde estudou violino com a professora Leila Rásonyi e música de câmara com Laszlo Biháry. Foi membro da orquestra Ventoscala Szimfonikus Zenekar e apresentou-se como solista frente à Orquestra Sinfônica de Szolnok, na cidade de Jászberény, Hungria. Na DePaul University, em Chicago, tornou-se mestre com honras na classe do violinista Pr. Ilya Kaler e em música de câmara com os professores Rami Solomonov, Stephen Balderston e Aglika Angelova. Ainda nos Estados Unidos, foi membro da Civic Orchestra of Chicago, Advent Chamber Orchestra em Hinsdale e da DePaul Symphony Orchestra. Nas horas vagas, é capaz de nadar 3.000 metros, mesmo sob um frio congelante como o da Hungria.

Cristiana LoboCristiana Lobo

Cristiana Lobo

Cristiana Lobo

Assessora de imprensa

Jornalista e assessora de imprensa com mais de 15 anos de experiência na área cultural. Já colaborou como repórter para alguns dos principais veículos de imprensa do país como Revista Info, Revista Vogue, Jornal do Brasil, Revista Melhor, entre outros. Atuou por dois anos como subeditora do site feminino de tendências Radar55, participou de um projeto de empreendedorismo digital do Google e atuou com produção de conteúdo na agência de marketing digital RingJohn, em Dublin (Irlanda). Como assessora de imprensa atuou em grandes agências de comunicação e foi responsável por contas de eventos de grande porte como Fashion Rio, Festival Oi de Inverno Itaipava, Prêmio IBGM de Design de Jóias, ExpoNoivas entre outros. Também atuou como assessora de imprensa para a Cia da Ideia, Cia Aérea de Dança, Produtora/Acervo Cinédia, VII Festival CineMúsica, I Festival Internacional de Fagote, I Bienal de Ópera Atual e diversos concertos em espaços como Sala Cecília Meireles e Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Ana CattoAna Catto

Ana Catto

Ana Catto

Violinista

Violinista, umbandista e corredora, começou seus estudos aos oito anos de idade no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí. Posteriormente, em São Paulo, passou a estudar com a professora Betina Stegmann e atuou nas Orquestras Experimental de Repertório e Sinfônica de Santo André, e em diversas outras orquestras como músico convidado. Em 2006, ganhou uma bolsa da Mozarteum e foi para a Alemanha participar do Festival Internacional de verão de Pommersfelden. Em 2008, se mudou para o Rio de Janeiro a convite da Orquestra Sinfônica Brasileira, onde permaneceu como músico convidado até 2010. Atualmente, está concluindo o Bacharelado em Violino na UFRJ sob orientação do professor Fernando Pereira e integra o Tritony Trio,  famoso por adaptar para três violinos versões de músicas pop.

Rodrigo FavaroRodrigo Favaro

Rodrigo Favaro

Rodrigo Favaro

Contrabaixista

Músico da Orquestra Sinfônica Brasileira desde 2009, é considerado um dos melhores contrabaixistas de sua geração. Iniciou seus estudos em 1996 na Escola de Música e Belas Artes do Paraná e se formou em contrabaixo pelo Instituto de Artes da UNESP, em 2001. Neste período, atuou como convidado na Orquestra Sinfônica da USP, na Orquestra da Rádio e TV Cultura e como professor no projeto Guri. Em 2002, foi convidado pelo professor Francesco Petracchi para iniciar o seu mestrado na Suíça e obteve dois diplomas na Escola Superior de Música de Genebra: o de Contrabaixo Orquestral e o de Solista. De 2005 a 2009, atuou como contrabaixista na Orchestre de La Suisse Romande e como solista na Sinfonietta de Lausanne, Les Solistes de Genève e Camerata Mundi. Foi professor nos festivais organizados pela Jeunesses Musicales, em Charmey. Tocou sob a batuta de maestros como Lorin Maazel, Kurt Mazur, Gustavo Dudamel e Charles Dutoit. Em 2013, participou da turnê em homenagem à Legião Urbana, com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, tocando baixo elétrico. Além dos clássicos, toca rock, jazz e MPB.

 

Ana Clara MirandaAna Clara Miranda

Ana Clara Miranda

Ana Clara Miranda

Fotógrafa institucional

Fotógrafa na área de espetáculos, está na Johann desde o início da formação da orquestra registrando ensaios, bastidores, making of dos vídeos e apresentações. Com olhar apurado, capta com agilidade flagras especiais que ficam para a história. Tem fotografias publicadas em alguns dos principais veículos do país como O Globo, Veja Rio, O Fluminense, Época, Zero Hora, Metro, Destak, portal G1 e sites Glamurama, Time Out, Lu Lacerda entre outros. Autodidata, passou pelas faculdades de música e psicologia, mas encantou-se pelo universo das imagens e tem um carinho especial pelos seus cursos livres de caligrafia artística, vinhos, ballet clássico e danças renascentista e barroca. Ao optar pelo registro de suas paixões nos palcos encontrou uma forma de estar em contato com as suas vivências artísticas.

Thiago TeixeiraThiago Teixeira

Thiago Teixeira

Thiago Teixeira

Violinista

Violinista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e criador do bem sucedido projeto audiovisual de internet Metalviolin, que soma milhões de visualizações no Facebook e YouTube. Hiperativo e minucioso, é pesquisador da estética e da sonoridade do violino elétrico e de mídias digitais. Começou seus estudos aos 13 anos e os desenvolveu posteriormente sob orientação de Felipe Prazeres e Adonhiran Reis. Participou de festivais de música pelo Brasil e fora dele como Campos do Jordão, Bardonecchia, entre outros, onde teve oportunidade de estudar com grandes nomes do violino como Domenico Nordio, Ole Böhn, Kess Hülsmann, Theodara Geraets. Em 2011, foi um dos 3 músicos a representar o Brasil na Young Euro Classsic Orchestra, tendo a oportunidade de tocar no palco do Konzerthaus Berlin sob a batuta da violinista Liana Isakadze. Em meio a isso, cursou Engenharia Eletrônica e de Computação na UFRJ, curso que abandonou para seguir no mundo da música. Atua constantemente como músico convidado em diversas orquestras.

Lula WashingtonLula Washington

Lula Washington

Lula Washington

Violonista

Guitarrista, violonista, compositor e produtor. Autodidata e com 3 discos autorais gravados, é parte integrante do casting de artistas do Cirque du Soleil. Recentemente atuando mais como violonista, tem realizado concertos solo e se apresentado em salas de concerto como convidado de outras orquestras no Rio de Janeiro. É fundador das bandas Allegro, de rock/metal, e Gallo Absurdo, de rock instrumental, onde participou de diversos festivais com bandas nacionais e internacionais. Passeando por diversos estilos musicais, tem sido solicitado para acompanhar diversos artistas da música popular brasileira e trabalhado em musicais teatrais, tocando e às vezes até atuando. No momento, está finalizando seu próximo disco de violão solo inspirado em grandes violonistas brasileiros.

Ricardo AlmeidaRicardo Almeida

Ricardo Almeida

Ricardo Almeida

Designer

Ilustrador e designer, graduado em Desenho Industrial/Projeto de Produto, sempre atuou na área de design gráfico. Trabalhou no mercado de moda e em agência de publicidade. Amante da família e do surf, pratica o esporte quando se encaixa a folga e as boas condições do mar. Atualmente é programador visual da Confederação Nacional do Comércio – CNC, e concluiu em 2015 o curso de Pós-graduação em Design Editorial no Instituto Europeu de Design – IED. Seu projeto final foi um livro ilustrado sobre a música clássica no século XXI. É autor do logo e da identidade visual da Johann Sebastian Rio.